domingo, 24 de julho de 2016

Segurança reforçada para os Jogos Olímpicos em São Paulo

    Com o objetivo de garantir a segurança de todos que prestigiarão os Jogos Olímpicos 2016, que começam no próximo dia 03 de agosto, a Polícia de São Paulo já está com o planejamento estratégico montado e o reforço no policiamento garantido.
    Os trabalhos de estruturação vêm sendo desenvolvidos há 2 anos e são divididos em três fases fundamentais. A primeira está relacionada com a passagem da tocha Olímpica nos municípios paulistas. O evento se estenderá por 14 dias em 47 municípios.
    Outra frente diz respeito aos Jogos Olímpicos em si. O efetivo total empenhado durante o evento será de 8 mil policiais militares, sendo 5 mil que atuarão diretamente nas ruas e nos setores administrativos, além de 3 mil agentes do serviço de inteligência, que atuarão à paisana em locais estratégicos previamente planejados.
    Os 1.000 policiais paulistas que irão reforçar o efetivo no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos integram a terceira frente. Estes policiais são alunos do curso de formação de sargentos e como não desempenham atividades de rotina, não irão desfalcar o policiamento regular nas ruas de São Paulo.
    Faz parte da estratégia policial delimitar Áreas de Interesse de Segurança Pública. Estes locais receberão atenção especial e maior efetivo policial, como aeroportos, estações do Metrô e da CPTM, hotéis, centros de treinamento de atletas, pontos turísticos, estádios, dentre outros.
    “Fizemos intercâmbios com vários países, desenvolvendo treinamentos teóricos e operacionais nos Estados Unidos, Israel, Espanha e Alemanha, por exemplo”, conta o tenente coronel Luiz Renato Fiori, representante da Secretaria da Segurança Pública no Comitê Paulista Rio 2016.
                                Arena Corinthians
    Tanto o entorno quanto o interior da Arena Corinthians receberão aumento no efetivo. Serão empenhados 3.500 policiais militares somente nas imediações. Isso representa mais que o dobro do efetivo em dia de clássico paulista no estádio. Já no interior da arena 600 policiais garantirão a segurança do público. Em meio ao efetivo estão 40 homens do Esquadrão Antibomba da Tropa de Choque, 60 cães farejadores e mais de 60 cavalos.
    Delegacias serão montadas no interior da Arena Corinthians para atender possíveis ocorrências policiais. Delegacias Móveis também serão instaladas em pontos de maior concentração de pessoas.
    O efetivo da Polícia Civil também será reforçado para garantir a segurança durante os Jogos. Agentes realizaram cursos ministrados pelo FBI, Scotland Yard e Swat, possibilitando o aperfeiçoamento necessário para atuação em eventos do porte das Olimpíadas. “Há seis meses as Polícias Civil, Militar, Rodoviária, Federal e Guarda Civil Metropolitana se preparam, participando de diversos cursos, treinamentos e simulações para o combate de ações terroristas”, destaca Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas (Decade).
    Nos portos, aeroportos e nas Delegacias de Atendimento ao Turista o efetivo também será reforçado, contando com a presença de policiais bilíngues para atender turistas de outros países.
    Reproduzida da Secretaria da Segurança-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário