segunda-feira, 27 de junho de 2016

Salto de Pirapora: o destino de quem gosta de dinheiro sem labutar e se envolve na criminalidade é cana

Argentino
    Desde à adolescência, Pedro Henrique Soares Gonçalves dos Santos, apelidado por Argentino demonstrava que não gostava de estudar, nessa faixa etária ele se envolveu com o tráfico de drogas e não demorou muito para ser apreendido e encaminhado para aplicação de medidas socioeducativas na Fundação Casa.

    Após um período na Fundação Casa ele foi liberado, porém não se ressocializou e continuou se envolvendo com venda de droga. Argentino viveu um período com uma moça que reside no Jardim Teixeira, dessa união tem um filho com ela, que é menor de 6 anos. Há alguns meses estão separados. 

    Depois da dissolução da união estável, Argentino que já é adulto, foi morar com a mãe dele, na Rua Laércio Teixeira do Espirito Santo, no mesmo bairro. Ele não gostava de estudar na adolescência e na fase juvenil demonstrava que não gosta de trabalhar. 

    Argentino caminhou apressado ao envolvimento com o tráfico de droga e passou a ser considerado um dos mais atuantes vendedores de drogas daquele bairro, nem tanto pela quantidade de droga que vendia, ele se destacava pela continuidade: vendia drogas praticamente quase toda noite.

    Argentino e outros vendedores de entorpecentes ficavam em frente às casinhas da CDHU (cassas invadidas) próximo ao Jardim Teixeira, vendiam drogas das 17h até as 04h da madrugada. 

    Usuários de entorpecentes em carros e motos desciam ao referido local onde Argentino, o irmão dele de 14 anos, e outros indivíduos vendiam entorpecentes: os usuários pegavam entorpecente, pagavam pela droga e logo saiam.

   Essa situação diariamente irritou moradores, e como em toda comunidade existem pessoas que não concordam com essa conduta e procuram denunciar, alguém do bairro denunciou o caso à Guarda Civil Municipal.

    Diversas vezes Argentino fora acompanhado por policiais militares  outras vezes acompanhado por guardas civis e ele conseguiu evitar que fosse detido, mas na madrugada de sexta-feira, 24/06, sua tentativa de escapar fora frustrada por uma incursão perfeita dos guardas civis que detiveram o indivíduo ao encontrar sob sua responsabilidade 24 porções de crack e de cocaína. Este é o destino de quem gosta de dinheiro sem labutar e se envolve na criminalidade. 

    Aqui a notícia chega chegando

Nenhum comentário:

Postar um comentário