segunda-feira, 6 de junho de 2016

Religiosa é assaltada enquanto retornava da igreja em Salto de Pirapora; o casal acusado pelo crime está preso

    Uma religiosa retornava da igreja e ao chegar em frente à residência dela, situada na Rua Augusto Demolindo de Góes, no Jardim Cachoeira, em Salto de Pirapora, um casal atacou a mulher: o homem exerceu força física e subtraiu uma bolsa contendo telefone celular, documentos, cartões de crédito e outros pertences. Depois do crime o casal fugiu.

    A religiosa M.C.O acionou a Guarda Civil e a Polícia Militar. Policiais e guardas foram ao local, a religiosa informou as características e trajes dos criminosos. Durante diligência localizaram a mulher, identificada como Yara Olga Lusvarghi Lima de 26 anos, residente no Jardim Alexandre, em Salto de Pirapora; ela confessou o crime e delatou o nome do comparsa e que ele morava no Residencial Terras de São Francisco, na mesma cidade.


    Policiais e guardas se dirigiram ao endereço do suspeito e lá prenderam Juliano Aparecido Sanches de 28 anos. A bolsa não foi recuperada e Juliano negou participação no crime. Mas, a Yara Olga confessou o crime e apontou o comparsa e a religiosa reconheceu os dois como sendo os autores do delito. 

    Na Delegacia da cidade, o delegado Irani Barros ratificou o flagrante por roubo artigo 157 do Código Penal e depois do registro encaminhou Yara à cadeia feminina de Votorantim e Juliano à carceragem da Seccional de Polícia em Sorocaba. O fato criminoso ocorreu por volta das 19h de domingo, 05/06.

    Não dá para viver sem notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário