sábado, 4 de junho de 2016

Polícia Técnico-Cientifica recebe 91 viaturas; 6 delas para Sorocaba

As Viaturas
    O governador Geraldo Alckmin entregou, no sábado, 04/06, mais 91 novas viaturas para a Polícia Técnico-Científica, que reforçarão a frota do Instituto de Criminalística. O secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, participou do evento.
    “A polícia precisa ter as melhores condições possíveis de trabalho, e estamos trabalhando para avançar cada vez mais”, disse o governador no evento.

    As novas viaturas distribuídas para todo o Estado de São Paulo, são resultado de um investimento de R$ 8,1 milhões. Os novos veículos são do modelo Duster, fabricados pela Renault e adquiridos a R$ 89 mil cada um. O evento aconteceu no IC-Norte, no Jardim São Bento, na zona norte da Capital.
    “Estamos aqui para agradecer todos os esforços do Governo do Estado e do governador Geraldo Alckmin no sentido de melhor aparelhar as nossas polícias, em especial a Polícia Técnico-Científica, que é referência nacional”, disse o secretário durante a entrega das novas viaturas.
    O governador ressaltou a atuação dos profissionais da Polícia Técnico-Científica para o esclarecimento de crimes. “É a ação da polícia que evita, esclarece e prende criminosos. A Polícia Técnico-Científica é a que vai participar de maneira decisiva, com consciência, tecnologia, profissionalismo e competência para esclarecer os casos e proporcionar justiça”, disse Alckmin.
    Em março, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) já havia anunciado a aquisição de mais 32 viaturas para unidades do Instituto Médico Legal do Estado. O investimento dessa compra foi de R$ 3 milhões.
    Ao todo, o governo de São Paulo adquiriu este ano 2.207 viaturas para as polícias estaduais, sendo 1.386 para a Militar, 698 para a Civil e 123 para a Técnico-Científica – um investimento de mais de R$ 162 milhões.
    “Nós temos, seguramente, a melhor Polícia Técnico-Científica do Brasil, que merece todo o respeito da Secretaria da Segurança Pública e do Estado”, finalizou Mágino.
    Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário