domingo, 5 de junho de 2016

Justiça do Trabalho vai leiloar Estádio de Futebol

    A Justiça do Trabalho de São José do Rio Preto realiza leilão presencial e eletrônico no dia 23 de junho, a partir das 11h, na Justiça do Trabalho e pelo site www.rigolonleiloes.com.br.

    Como destaque será levado novamente a leilão, o estádio do América Futebol Clube, de São José do Rio Preto, mais conhecido como 'Teixeirão', o mesmo retorna a venda com o propósito de quitar dívidas de ações trabalhistas movidas por ex-funcionários, sendo cerca de 130 ações que tramitam no processo.

    Inaugurado em 1996, o estádio ficou conhecido por ser um dos mais tradicionais do estado de São Paulo e do interior do Brasil, com capacidade para quase 37 mil pessoas, conta com 43.000m² de área de terreno, com salas, vestiários, alojamentos, bar, arquibancadas, bilheteria e outras benfeitorias com 3.838m² de área construída, localizado na Av. Doutor Antônio Tavares Pereira Lima, B. Vl. Goyos, em São José do Rio Preto, o qual está avaliado em R$ 35.000.000,00 podendo ser arrematado por R$ 21.000.000,00.

    No dia 25 de junho de 2015 o estádio foi levado a leilão pela primeira vez, e para afastar possíveis arrematantes, o clube entrou com o pedido de tombamento, uma vez que não poderia ser demolido ou sofrer mudanças em seu projeto arquitetônico, conseguiram que o bem não fosse arrematado, porém no mês de setembro do mesmo ano o pedido foi negado pelo Comdephact (Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico da cidade), o órgão apontou a falta de documentação básica como projeto, alvará de construção e o Habite-se (que só é dado após a conclusão da obra). 

    O Teixeirão é o último patrimônio do América, o clube já perdeu em leilão o seu centro de treinamento, a Toca do Rubro e viu a Prefeitura desapropriar seu primeiro estádio, conhecido como Mário Alves Mendonça.

    Outro destaque do leilão será um imóvel comercial localizado em São José do Rio Preto o qual pertence ao empresário Wagner Canhedo Azevedo (proprietário da extinta Vasp - envolvido em diversos escândalos de corrupção no país). O bem em destaque está avaliado em R$ 280.000,00 podendo ser arrematado por R$ 168.000,00.

    A relação de bens ainda conta com imóveis em São José do Rio Preto, Campinas, Fernandópolis, Presidente Prudente e região, veículos e outros bens. Interessados podem obter informações mais detalhadas do leilão pelo site www.rigolonleiloes.com.br ou então pelo 0800-707-9272.

    Fonte: Assessoria de Comunicação da Justiça do Trabalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário