quinta-feira, 16 de junho de 2016

Indivíduo é preso após agredir ex-esposa dentro da secretaria da igreja Matriz em Itapetininga

    No início da tarde de quarta-feira, 15/06, uma mulher trabalhava na secretaria da Igreja Matriz, quando seu ex-esposo Carlos Alberto Bianchi de 30 anos, foi até o trabalho dela e após indagações ele agrediu a ex-esposa com socos na face e na cabeça dela. A mulher acionou a Polícia Militar.

    Uma guarnição foi até o local do fato e deteve o Carlos Alberto e o conduzia à Delegacia. O delegado Luiz Henrique Nunes ratificou flagrante de lesão corporal tipificada como violência doméstica lei 11.340/06 e arbitrou fiança de R$ 4 mil; o preso não pagou a fiança estipulada, por esse motivo foi levado ao Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto.

                                 Indivíduo reincidente

    Conforme relato da vítima P.C.M. de 36 anos, que reside no Jardim Leonel, em Itapetininga, o casal está separado há mais de 1 ano. Apesar de estarem separados, Carlos Alberto já respondeu dois processos e inclusive esteve preso: cometera ato de violência doméstica e ateou fogo na casa, por causa de sua conduta violenta existe uma medida protetiva para preservar a integridade física da ex-esposa dele. 

                                Motivo da agressão

    A mulher comentou aos policiais que atenderam o local da ocorrência, que na terça-feira, 14/06, ela realizou uma festa na residência dela e recebeu amigos e amigas, Carlos Alberto teria passado na residência argumentando que pretendia ver os filhos e viu a movimentação das pessoas na festa, isso fora suficiente para Carlos Alberto procurar a ex-esposa no dia seguinte na secretaria da Igreja Matriz e indagar-lhe a respeito da festa; a mulher teria dito que estão separados, por esse motivo ela sente-se à vontade para realizar festa em sua casa. Ao ouvir essas afirmativas Carlos Alberto agrediu a ex-esposa.

    O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato  

Nenhum comentário:

Postar um comentário