segunda-feira, 28 de março de 2016

Feriado termina com redução de acidentes no trânsito em São Paulo


A Polícia Militar registrou diminuição de 4,77% nos acidentes de trânsito em rodovias de todo o Estado de São Paulo durante a Operação Paixão de Cristo. A ação especial foi realizada pelo Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) entre quinta-feira (24/03) e domingo (27/03).

O total de acidentes de trânsito diminuiu de 545 para 519 durante o feriado prolongado nos cerca de 22 mil quilômetros de rodovias estaduais paulistas. Além disso, o número de vítimas graves diminuiu 1,45%, de 69 para 68.

O número de mortos teve alta de 5%, de 20 para 21, e o número de vítimas leves teve elevação de 6,48%, chegando a 312. Do total de mortos, sete (33%) foram registrados em apenas um acidente, em Andradina, quando, ao realizar uma ultrapassagem em local proibido, motorista e outras seis pessoas morreram após o carro se chocar com um ônibus. Foi na noite do domingo de Páscoa. Ao todo, os policiais autuaram, durante o feriado, 1.950 motoristas por ultrapassagens irregulares.

No total, houve 16.485 autuações, sendo 19,41% delas por falta do uso do cinto de segurança. De quinta a domingo, 22 mil pessoas foram abordadas nas rodovias e 24 mil motoristas foram flagrados dirigindo acima da velocidade permitida. 

A Operação Paixão de Cristo deste ano também fiscalizou o cumprimento da Lei Seca no trânsito. Foram 496 motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool. Desse total, 19 foram presos.

Outras 60 pessoas foram presas em flagrante por diversos crimes e nove foragidos da Justiça foram recapturados pela Polícia Militar. Além disso, 355 veículos com irregularidades foram retirados de circulação e nove, que estavam envolvidos em crimes, foram apreendidos.

A operação especial que ocorreu em todo o Estado de São Paulo terminou com 11 quilos de entorpecentes e duas armas de fogo retirados das ruas. Cerca de 1.200 policiais rodoviários foram empregados diariamente na ação.

Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública

Nenhum comentário:

Postar um comentário