quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Indivíduo comprou um celular apresentando documentos falsos, guardas civis detiveram-no quando ele tentava efetuar nova compra na mesma loja em Tatuí

Em patrulhamento  pela Rua Jose Bonifácio, o gerente de uma loja acionou uma equipe da Guarda Civil de Tatuí e informou que um individuo teria efetuado a compra de uma aparelho celular apresentando documentos falsificados e estaria na loja tentando efetuar a compra de outro aparelho.

De posse das informações a guarnição se deslocou até a loja, onde localizou o individuo, que ao perceber a aproximação dos guardas, ele dispensou algo no chão e tentou sair do estabelecimento, mas os guardas o abordaram na calçada. Sendo revistado Fabio Barbosa Dos Santos não portava ilícito, porém ao verificar o que o individuo havia dispensado no chão, foi localizado uma cédula de identidade com nome diferente, todavia com uma fotografia recortada do individuo.

Em ato contínuo a guarnição se deslocou até a residência de Fabio, e em contado com a genitora, que franqueou a entrada da guarnição na residência, onde localizou no quarto do individuo em uma comoda do quarto, documento de habilitação para dirigir em nome de outras pessoas, e mais duas cédulas de identidade.

Indagado a respeito o individuo confirmou que teria efetuado a compra de um aparelho celular smartphone Iphone S5, e que iria adquirir outro aparelho, e que o outro celular adquirido foi vendido para uma pessoa em Itapetininga. Fábio está preso sob acusação de estelionato e uso de documentos falsos (artigo 171 e 304 do Código Penal).

O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato 

Nenhum comentário:

Postar um comentário