sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Homem do PCC é capturado em Salto

A Polícia Civil prendeu na tarde de quarta-feira (18/11), Eduardo Lapa dos Santos, o Lapa, apontado como porta-voz da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e responsável por fazer a ligação entre lideranças presas e integrantes nas ruas. A captura dele aconteceu numa chácara dentro de um condomínio fechado em Salto.

Segundo apurações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Lapa era o responsável por tomar decisões na ausência de líderes presos e estaria articulando uma ação na região de Bauru. Os policiais monitoraram reuniões entre lideranças do PCC e suspeitam de que a operação serviria para realizar atentados contra funcionários de presídios ou resgatar presos.

Em outubro, policiais militares receberam denúncia anônima e surpreenderam líderes do PCC durante reunião em uma chácara de Bauru. Houve confronto e três suspeitos morreram. Entre eles, estava Anderson Conceição de Lira, o "Profeta", apontado como uma liderança externa da facção. A ocorrência terminou ainda com a prisão de outros dois suspeitos de liderar o PCC: Pedro Luiz da Silva Moraes, o "Chacal", e Ademir Laurindo de Moraes, o "Mi".

De acordo com as investigações, Lapa teria se reunido com esses suspeitos para organizar o ataque em Bauru e conseguido se refugiar em Salto. Segundo a Polícia Civil, ele foi preso pouco antes de tentar fugir, ao perceber uma movimentação estranha nos arredores da chácara com desconhecidos passando pela rua e até sobrevoo de um helicóptero.

Reproduzida do Diário de Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário