domingo, 15 de novembro de 2015

Câmeras aumentam sensação de segurança dos ciclistas em Sorocaba

A implantação das câmeras de videomonitoramento na malha cicloviária da Avenida Dom Aguirre está levando ainda mais tranquilidade aos ciclistas e pedestres que se utilizam do trecho entre a Avenida Juvenal de Campos e a Rua João Ribeiro de Barros, na região do Parque das Águas. 

A ação, que teve investimento de R$ 259.300,00 por parte da Prefeitura de Sorocaba, agradou aos usuários que dizem estar mais seguros a partir de agora. Para o vigia Valdemar Ferreira da Silva, 63 anos, o videomonitoramento oferece uma sensação maior de segurança. “Sabendo que esse espaço está sendo monitorado pra nos ajudar é muito bom”, disse. 

O vigia, que reside no Jardim São Judas Tadeu, conta que chegou a ficar preocupado em passar por alguns trechos da via, tendo em vista que frequenta a ciclovia duas vezes por dia. Com a recente aquisição de mais nove câmeras de movimentação horizontal de 360°, vertical de 90° e um zoom de trinta vezes, os dez quilômetros de via conta, desde a última semana, com 19 equipamentos que fazem o monitoramento 24 horas.

Todo o sistema é controlado pela Guarda Civil Municipal (GCM), que também faz o ‘espelhamento’ das imagens para a Polícia Militar. Com isso a polícia tem o acesso às informações em tempo real.

“A preocupação muitas vezes não é nem pelo fato de levarem nossa bicicleta, e sim, a possibilidades de haver violência”, comenta o estudante de Engenharia Wilson Solano, 20 anos. Ele conta que utiliza a ciclovia para a prática esportiva, pois pedala cerca de 30 quilômetros por dia.

Pedro Falcão, 22 anos, estudante de Administração, utiliza o espaço para pedalar diariamente. "Com o espaço monitorado, podemos passar por aqui com tranquilidade, pois sabemos que teremos a quem recorrer. Quando não venho pedalar, aproveito para correr, mas o risco era o mesmo e com as câmeras podemos fazer tudo isso com segurança. Isso é muito pra nós e para a cidade”, justifica.

Atualmente, a cidade conta com 106 câmeras de videomonitoramento. Dessas, 55 estão no trânsito e funcionam dentro da Muralha Eletrônica. As demais estão instaladas em áreas públicas e externamente em próprios municipais.

Reproduzida do Diário de Sorocaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário