quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Menos roubos de veículos em São Paulo

O Estado de São Paulo apresentou expressiva queda nos roubos de veículos em setembro de 2015, com diminuição de 16,10% nas ocorrências. Com a atuação policial focada em patrulhamento e inteligência, mais de mil veículos deixaram de ser roubados apenas neste mês. É a 16ª redução consecutiva do indicador.

Em setembro do ano passado, houve 7.259 carros, motos e caminhões roubados. No nono mês deste ano, foram 6.090 – queda de 1.169 casos. Para um mês de setembro, a quantidade é a menor desde 2010. 

 
Já no período acumulado, considerando de janeiro até setembro, a queda foi de 24,62%. Com 18.477 veículos roubados a menos, o indicador passou de 75.040 para 56.563.
Assim como nos outros comparativos, a quantidade deste ano também é a menor para o período de 2010.


É o 16º mês consecutivo com a queda nos roubos de veículos em todo o Estado, demonstrando a grande eficácia da Lei dos Desmanches, enviada pelo governador Geraldo Alckmin e aprovada pela Assembleia Legislativa.

Desde a implantação da lei, 1.624 estabelecimentos foram fiscalizados e mais de 700 lacrados no Estado, o que possibilitou, inclusive, a redução dos preços dos seguros.

No último dia 7, o governador Geraldo Alckmin apresentou a nova fase da Lei dos Desmanches, que contará com um sistema on-line de controle de peças automotivas provenientes dos estabelecimentos para rastrear as peças ilegais.

A Lei dos Desmanches, n° 15.276, entrou em vigor no dia 1° de julho de 2014 para regulamentar a atividade dos estabelecimentos que vendem autopeças usadas. A medida tem como objetivo combater os desmanches ilegais e, consequentemente, reduzir os índices de roubo e furto de veículos e latrocínio.


                                                Interior


A macrorregião do interior paulista teve recuo de 10,76% nos roubos de veículos em setembro deste ano, com 165 roubos de veículos a menos. A diminuição fez o indicador passar de 1.533, em setembro do ano anterior, para 1.368 ocorrências. Para um mês de setembro, a quantidade é a menor desde 2010, quando 1.231 casos foram contabilizados.


Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário