quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Forças de Segurança capturam 6 pessoas em Salto de Pirapora

Filinto
Seis pessoas são presas na quarta-feira pela manhã (21/10), acusadas por vários delitos em Salto de Pirapora. As detenções ocorreram desde as primeiras horas da manhã por policiais civis: Antonio, Thiago, Caçador, Jackson e policiais militares: sargento Adail, cabos Feri, Crozatti, Azevedo, Leite e os soldados Vinícius e Fernandes, e os guardas municipais Vieira, Mauricio e Andrei coordenados pelo comandante Clodoaldo.

As equipes prenderam Everton Fogaça de Paula, que está condenado por tráfico de drogas, o caso ocorreu em 2011, mas o mandado de prisão por condenação foi expedido somente em setembro de 2015. No interior da casa de Everton, no Bairro Santa Maria, as equipes apreenderam um revólver, uma garrucha e uma espingarda, as armas seriam do pai dele, Valdir Batista de Paula, funcionário da Prefeitura de Salto de Pirapora; o pai dele pagou fiança e foi posto em liberdade.
Gilberto

As equipes seguiram para o Parque Pirapora e numa residência prenderam Gilberto Muniz Barreto, apontado como chefe do tráfico naquele bairro. Não havia ilícito, sua prisão ocorreu por cumprimento de mandado de prisão temporária, por 30 dias. Em setembro de 2015, policiais militares encontraram mais de quatro quilos de drogas enterrados no quintal de uma casa no Parque Pirapora, naquela data a polícia prendeu o cunhado de Gilberto, João Cléber dos Santos de 35 anos.

Durante a investigação a polícia soube que aquela droga não era do João Cléber, ele guardava a droga para o cunhado Gilberto. Eis aí o motivo do mandado de prisão temporária. Em 2011, a polícia de Salto de Pirapora encontrou drogas enterradas na casa de Gilberto, por esse motivo prendeu tanto Gilberto como também a mulher dele.
Renan

Estão presos: Lucas de Souza Pereira, residente no Jardim Madalena e o comparsa dele, Filinto Correia Santana, residente no Bairro Fazendinha. A Justiça mandou prendê-los temporariamente por 30 dias, porque houve a detenção de um menor envolvido com droga, e este confessou que vendia drogas porque ficou devendo aos dois (Lucas e Filinto) e eles exigiam que o menor vendesse drogas para saldar à dívida. Ambos respondem por tráfico de drogas, associação e corrupção de menor (artigos 33 e 35 da lei 11.343/06 e artigo 244-B do ECA).

As equipes ainda capturaram Renan Muniz Correia, morador do Parque Pirapora; ele é acusado de se ajustar com Gilvan Guedes Gomes e dispararem tiros que atentaram contra a vida de Fábio de Oliveira Pereira, crime cometido em 24 de janeiro de 2009. Gilvan já está preso. Todos os capturados foram apresentados na Delegacia de Salto de Pirapora e depois seriam encaminhados para prisões da região de Sorocaba.
Lucas

Aqui a notícia chega chegando.

Everton

Nenhum comentário:

Postar um comentário