sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Justiça manda soltar os acusados de tentar matar o policial militar Flávio Garcia de Pilar do Sul

Wagner
O Centro de Detenção Provisória, em Capela do Alto, cumpriu mandado de soltura e pôs em liberdade os três acusados de tentar matar o policial militar Flávio Garcia, 35 anos, crime cometido de madrugada (tiro de espingarda), no final de novembro de 2014, no Bairro Panorama, em Pilar do Sul.

Os irmãos Wagner Nascimento Lopes e Rafael Nascimento Lopes estavam presos desde o dia em que os fatos ocorreram (flagrante depois convertido em prisão preventiva), dias depois, a polícia capturou o terceiro envolvido Silvio Rosa Santos. Os três são moradores do Bairro Bom Retiro, naquele município. O policial estava à paisana e os acusados iriam pescar.

                                            Como ocorreu a libertação

Ao converter o flagrante em prisão preventiva, a juíza de Pilar do Sul, Karina Jemengovac Perez embasou que a prisão preventiva seria necessário para garantir a instrução criminal. Eles passaram a responder por tentativa de homicídio e pelo furto da pistola ponto 40 do policial. que pertence à Corporação.
Rafael


Essa semana ocorreu audiência no Fórum de Pilar do Sul, no final das oitivas o advogado dos réus, Luís Rodolfo Cortez reiterou o pedido de liberdade alegando que estava encerrada a instrução criminal e, portanto, expirado o objetivo de manter os réus presos. 

A juíza solicitou parecer do promotor de justiça Gustavo dos Reis Gazolla este concordou em liberar os acusados. Os três foram postos em liberdade na sexta-feira à noite (18/09). O processo está concluso: a juíza vai decidir se remete o caso ao júri popular ou não.

Aqui a notícia chega chegando. 
Silvio

Nenhum comentário:

Postar um comentário