quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Forças de Segurança capturam indivíduo apontado como patrão do tráfico em Salto de PIrapora

Baiano
Em 01 de setembro de 2015, policiais militares abordaram o indivíduo Genivaldo Paulo da Silva de 41 anos, e encontraram com ele porções de crack, em seguida a equipe foi até a residência dele, na Rua Ouvídio de Góes Vieira, no Jardim Paulistano, em Salto de Pirapora, e lá apreenderam mais crack somando ao todo 1.480 kg (um quilo quatrocentos e oitenta gramas de crack).

Os policiais militares apresentaram o caso na Delegacia da cidade. O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho ratificou flagrante de tráfico de droga (artigo 33 da lei 11.343/06). Após conduzir Genivaldo ao Centro de Detenção Provisória, os policiais civis suspeitaram que Genivaldo não seria dono da droga, ele seria um "mula" que na gíria policial é o indivíduo que transporta ou esconde droga para traficante. A suspeita nasceu porque o histórico criminal a respeito de Genivaldo informa que ele nunca havia respondido acusação criminal.

Instaurada investigação nessa linha de suspeita, o resultado mostrou que a droga pertencia a um indivíduo apontado pela polícia como sendo o patrão do tráfico no Bairro Cachoeira, na periferia de Salto de Pirapora. Fartos elementos produzidos pela investigação municiaram à polícia para solicitar mandado de prisão preventiva. A justiça concedeu mandado de prisão preventiva e mandado de busca e apreensão (dois instrumentos jurídicos distintos: um manda prender e o outro determina fazer busca e apreender materialidade delitiva).

                                               Momento do fecha

No início da manhã de quarta-feira (23/09), homens da Civil, da Polícia Militar e da Guarda Municipal foram ao Bairro Cachoeira, cercaram a residência de Leandro Pereira de Lima, 33 anos, conhecido como "Baiano" e capturaram o indivíduo. Na casa dele havia pequena quantidade droga. A polícia conduziu Baiano para a Delegacia da cidade e após o registro o levaria ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba. Segundo informação da polícia, o histórico criminal sobre Baiano informa que ele já respondeu por receptação, tráfico de droga e tentativa de homicídio.

Não dá para viver sem notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário