terça-feira, 11 de agosto de 2015

O criminoso atingido por tiro disparado pelo comparsa durante assalto em Itaberá-SP é morador de Sorocaba

Segundo informação da polícia, no início da manhã de segunda-feira (10/08), o indivíduo José Renato Escamez Júnior de 28 anos, residente no Bairro Ouro Fino, em Sorocaba, e o comparsa dele, João Francisco Araújo Lacerda de 43 anos, morador do Jardim São Guilherme, em Sorocaba,  invadiram uma casa na Rua Joaquim Caetano Rosa, no Jardim Carolina, em Itaberá-SP. Os dois armados com pistolas tentaram render o casal: Dailton e Celeste.

O morador reagiu ao assalto e confrontou com José Renato, durante o confronto o comparsa João Francisco interveio e disparou um tiro atingindo a cabeça do comparsa José Renato. O morador continuou o confronto físico com João Francisco. Ao ver o esposo reagindo com o segundo criminoso, a moradora gritava por socorro. O cabo da Polícia Militar Batistela Siqueira, que mora próximo da residência do casal acordou ouvindo os gritos da moradora vizinha. 

O cabo foi até à casa do casal e viu o vizinho Dailton reagindo. O cabo dominou o criminoso João Francisco e apreendeu uma pistola 9 mm que estava em poder do criminoso. Naquele momento, Dailton informou que José Renato estava ferido com tiro na cabeça e caído no quintal da casa. Ao lado de José Renato havia uma pistola calibre 765. José Renato foi levado ao hospital de Itaberá, por causa da gravidade José Renato foi transferido para à Santa Casa de Itapeva, onde não resistiu e morreu. 

Além de deter João Francisco e apreender as duas pistolas, a polícia de Itaberá soube que havia um outro indivíduo envolvido, que aguardava os comparsas num carro de cor escura. Ao diligenciar pelo Jardim Carolina (bairro onde ocorreu a tentativa de assalto), a polícia localizou um Corolla de cor preto com placa de Sorocaba EGB 2558; no interior do Corolla estava Bruno Prestes dos Santos, 34 anos, morador do Bairro Vera Cruz, em Itaberá. João Francisco e Bruno estão presos em Capão Bonito.  

Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário