sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Menos mortes dolosas em São Paulo

O Estado de São Paulo apresentou queda na maior parte dos indicadores criminais do mês de julho. Houve diminuição nos roubos de carga e de veículos, além de recuo nos homicídios dolosos e nos estupros. A taxa de homicídios caiu para 9,25 mortes por 100 mil habitantes e se manteve como a menor da história.

Os roubos de veículo caíram pela 14ª vez consecutiva, atingindo 5.750 ocorrências em julho passado. A melhora foi de 23,1% quando a comparação é feita com o mesmo período de 2014, quando houve 7.477 casos, ou seja, 1.727 a mais. O valor é o mais baixo para um mês de julho desde 2008, quando houve 4.818 registros.


Os furtos de veículos, assim como tem acontecido em todos os meses do ano, também apresentaram redução em julho e baixaram 8,19% na comparação com o mesmo período de 2014. O total passou de 10.087 para 9.261 boletins de ocorrência.

O Estado apresentou, ainda, queda nos roubos de carga pelo terceiro mês consecutivo. A redução em julho foi de 19,51%, com 143 casos a menos em relação a igual mês do ano passado. O indicador passou de 733 para 590. É a segunda vez no ano que o número é menor que 600. 


Pela quarta vez seguida em 2015, os furtos recuaram e chegaram ao menor total para um mês de julho nos últimos 13 anos. O índice caiu 1,34%, passando de 42.005 para 41.444 ocorrências.

Os roubos em geral recuaram mais uma vez e, em julho, a diminuição representou 2,7%. No mês passado, houve 25.211 registros do tipo, enquanto no mesmo período de 2014 foram feitos 25.911 boletins desse crime em delegacias.

Os roubos a banco aumentaram de 11 para 14 casos no mês.  No período acumulado, houve 11 casos a mais que nos sete primeiros meses do ano passado.

Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública.

Nenhum comentário:

Postar um comentário