terça-feira, 12 de maio de 2015

Ladrões roubam passageiros de ônibus que saiu de São Miguel Arcanjo para fazer compras na capital paulista; quatro suspeitos são presos e outro morreu ao trocar tiros com a polícia

Sete criminosos em três veículos: um Corsa, um Kia e um Meriva interceptaram um ônibus que trafegava pela Rodovia Nestor Fogaça (SP 250). O ônibus saiu segunda-feira à noite (11/05) de São Miguel Arcanjo transportando pessoas com destino à Rua 25 de Marcço, capital paulista. Após interceptarem o ônibus, os criminosos efetuaram disparos obrigando o motorista parar o veículo.

Os indivíduos entraram no ônibus e roubaram os pertences dos passageiros. Um dos ladrões atingiu o pé do motorista com um tiro. Após o crime, os criminosos fugiram pela mesma rodovia sentido Pilar do Sul. Policiais militares de Salto de Pirapora acompanharam o Corsa pela Estrada Roque Barros, na altura do Bairro da Barra, o Corsa colidiu num barranco.
 Três indivíduos desceram do carro, dispararam contra a guarnição e entraram numa mata. A polícia respondeu com tiros matando o indivíduo Weslei Alves Lima de 19 anos, morador do Bairro Jaraguá, na capital paulista. A polícia apreendeu com Weslei Alves um revólver calibre 38 municiado com cartuchos intactos, e com cartuchos deflagrados. 

Os dois indivíduos que fugiram também são do Bairro Jaraguá-SP. Outra equipe policial interceptou o Meriva pela Rodovia Francisco José Ayub (SP 264) entre Pilar do Sul e Salto de Pirapora e deteve Felipe Wagner de Souza Barquete e o comparsa dele, Antonio Lorran Bueno Leão. 

Na mesma rodovia (SP 264), policiais militares de Sorocaba detiveram outros dois suspeitos que trafegavam pelo trecho Salto de Pirapora à Sorocaba. Vitor da Silva Santana e Diego Tenório de Oliveira do Bairro Jaraguá, capital paulista, estavam no interior do automóvel Kia; com eles foram encontrados pertences das 15 vitimas. 

O caso está registrado na Delegacia de Salto de Pirapora. Felipe e Antonio são moradores em São Miguel Arcanjo. De acordo com a polícia, Felipe e Antonio são os mentores do roubo. Todos respondem por roubo majorado (artigo 157 do Código Penal) com concurso de agentes, retenção de vitimas, e organização criminosa (lei 12.850/2013).


Não dá para viver sem notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário