domingo, 10 de maio de 2015

Dois indivíduos tentavam roubar frequentadores do "Rancho Cigano" em Guareí quando a PM interveio; ambos estão presos

Dois indivíduos residentes em Tatuí são presos em Guareí acusados de tentativa de latrocínio. O crime ocorreu no início da manhã de domingo (10/05), no "Rancho Cigano", também conhecido por "Bar do Cabeludo" estabelecido às margens da Rodovia Amâncio Xavier da Costa (SP 157), Bairro Areia Branca, em Guareí.

Segundo informação da polícia, o indivíduo Jeferson Henrique da Silva Macedo e seu comparsa Rodson Paulo Cristiano Silva Coelho empunhando armas de fogo rendiam clientes do estabelecimento comercial, quando a polícia interveio. Jeferson dispensou uma garrucha calibre 36 e deitou ao chão; o outro indivíduo reagiu, disparando contra os policiais e conseguiu fugir do local. 

A polícia respondeu com três disparos, porém, não atingiu o criminoso. Cerca de vinte frequentadores do bar agrediram o criminoso Jeferson, que estava deitado ao chão. Viaturas policiais se mobilizaram em busca do criminoso que fugiu e conseguiram localizá-lo próximo da rodovia SP 157. Devido estar ferido, o indivíduo Jeferson necessitou de atendimento médico, após ser atendido foi levado para a Delegacia daquela cidade. 

Um frequentador do "Rancho Cigano" compareceu na Delegacia alegando que antes da polícia chegar no comércio ele havia sido atingido de raspão na cabeça, por disparo de arma de fogo efetuado pelos dois criminosos. O delegado Clovis Menezes Orsi mandou recolher Jeferson e Rodson na prisão, acusados de tentativa de latrocínio (redação final do artigo 157 do Código Penal, tentativa de latrocínio).

Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário