quinta-feira, 30 de abril de 2015

Moça tinha droga na casa e uma pistola 765 no Jardim Casagrande, em Itapetininga

Jaqueline Vieira
No final de 2013, policiais civis de Sorocaba capturaram indivíduos que planejavam assaltar uma franquia do Mc Donald em Sorocaba, dentre os detidos estava Luan Lima de Oliveira, mais conhecido no rol da criminalidade por "Irmão Luan", residente em Itapetininga. 

Há meses, policiais da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecente de Itapetininga souberam que Jaqueline Aparecida Vieira Branco, 19 anos, esposa de Luan Lima, estaria envolvida com o tráfico de drogas. A justiça de Itapetininga mandou a polícia realizar busca domiciliar na casa dela. 

Na quinta-feira pela manhã (30/04), policiais civis foram cumprir a ordem judicial e encontraram no interior da casa de Jaqueline, 34 pedras de crack, a quantia de R$ 69,00 supostamente arrecadada com venda de droga e uma pistola 765 municiada e sem numeração. Havia também cartas que provam envolvimento de Luan Lima com o crime organizado. Luan permanece preso. 

A jovem Jaqueline está presa sob acusação de tráfico de droga (artigo 33 da lei 11.343/2006) e posse ilegal de arma (artigo 14 da lei 10.826/2003, Estatuto do Desarmamento). A ação policial ocorreu na casa de Jaqueline, situada na Rua João Bianco Sobrinho, Jardim Casagrande, em Itapetininga.


Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário