terça-feira, 7 de abril de 2015

Desfecho do Crime - Justiça impõe mais uma condenação ao ex-escriturário da Prefeitura de Pilar do Sul, Rogério Tobias de Moraes

Rogério Tobias de Moraes 
O ministério público convenceu a justiça impor mais uma condenação ao ex-escriturário da Prefeitura de Pilar do Sul,  Rogério Tobias de Moraes, 32 anos, filho do vereador João Batista do PTB de Pilar do Sul.

Segundo acusação do ministério público, em outubro de 2010, Rogério convenceu o casal Eva Neris Alonso e Nelson Alonso a adquirir um terreno situado na Rua 14 do Bairro Cananeia, em Pilar do Sul. Rogério teria afirmado que ele era proprietário do terreno, porque havia arrematado o imóvel durante leilão realizado pela Prefeitura de Pilar do Sul. 

O casal comprou o imóvel: pagou R$ 2 mil, depositados em conta do Rogério, e mais 16 parcelas de R$ 250,00 também depositados em conta do Rogério. O negócio foi fechado no interior do setor de tributação da Prefeitura de Pilar, onde Rogério trabalhava desenvolvendo função de escriturário. Ao saber que fora ludibriado porque Rogério não era proprietário do terreno o casal procurou a polícia.

Em 31 de março de 2015, à justiça formou juízo concordando com a acusação de estelionato (artigo 171 do Código Penal), e condenou Rogério Tobias a cumprir 1 ano e 6 meses, no regime semiaberto: regime que autoriza o apenado trabalhar durante o dia e dormir na prisão.  Rogério permanece preso; ele já está condenado em cinco processos e responde por mais 32 processos; todos no Fórum de Pilar do Sul.

Quem comete crime está sujeito a pão de angústia e água de amargura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário