quarta-feira, 22 de abril de 2015

Bando é surpreendido após explosões no Bradesco de Cerquilho; sete indivíduos presos e armas de grosso calibre apreendidas

Criminosos explodiram caixas de autoatendimento do Bradesco situado na Rua Dr. Soares Hungria, centro de Cerquilho. Após as explosões, policiais iniciaram acompanhamento ininterrupto a quatro veículos suspeitos: Ecosport, Palio, Gol, e um Celta. 

Policiais militares e civis de quatro municípios localizaram em duas chácaras de Boituva, seis indivíduos suspeitos, farta munição, fuzis, metralhadora, pistolas, espingarda calibre 12 e R$ 800,00 em notas de 50, de 10 e de 5. A equipe policial capturou mais um indivíduo em Guareí-SP. Os policiais apresentaram em Itapetininga todo material apreendido e os indivíduos.

De acordo com a polícia, além de cometer o crime em Cerquilho, o bando é suspeito de atacar instituição financeira em  Guareí, Conchas, Cesário Lange, Elias Fausto, Torre de Pedra e Tapiraí. Os presos são: o fugitivo do sistema prisional, Renato Pinto de 27 anos, Genival Aragão de Souza, 35 anos, Avelino Pereira da Silva, 44 anos, Elizeu Martins de 44 anos, David Ruivo de Queiroz, 44 anos, André Luiz de Carvalho, 53 anos, e o sorocabano Hélio Vieira Júnior de 25 anos.

Segundo indiciamento realizado pelo delegado Vitor Hugo, todos os suspeitos estão presos sob acusação de porte ilegal de armas (artigo 14 da lei 10.826/2003) e organização criminosa (lei 12.850/2013). Os indivíduos seriam encaminhados para prisões da região de Itapetininga. O crime contra o Bradesco em Cerquilho ocorreu na madrugada de terça-feira (21/04), as detenções dos suspeitos ocorreram desde o final da madrugada até o início da tarde. As seis fotos abaixo são de seis suspeitos; faltou foto do sétimo suspeito (não consegui).

Não dá para viver sem notícia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário