quinta-feira, 26 de março de 2015

Bando que roubava joias é preso em Itapetininga

Agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itapetininga prenderam uma quadrilha que roubava joias e metais preciosos na cidade, na segunda-feira (23/03). Foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão, com nove pessoas detidas, entre elas dois adolescentes e o chefe do grupo, Maycon Rodrigues de Arruda.
 
De acordo com o delegado Victor Hugo Siqueira, as investigações iniciaram com base em várias ocorrências similares. A partir daí, a polícia descobriu que Arruda trabalhava como ourives e atendia a diversos clientes. Assim, passou a ter informações privilegiadas sobre as casas das vítimas e a planejar os roubos.
 
Ele escalava os integrantes do grupo para invadir os imóveis, ameaçar os familiares e roubar a maior quantidade de joias e metais que pudessem, como ouro e prata. Após os assaltos, os criminosos entregavam os objetos a Arruda. O delegado suspeita de que o acusado fundia as peças e depois as vendia pelo peso ou forma como foram subtraídas. 
 
Após três meses de diligências, a polícia descobriu a localização de Arruda, bem como a dos demais membros da quadrilha, que também tinha relação com o tráfico de drogas. Durante as apreensões, que ocorreram nos bairros Alambari, Gramados e Centro, foram aprendidas 56 pedras de crack, 47 de maconha, 72 pinos de cocaína e 373 microtubos vazios, além de diversas joias e uma quantia em dinheiro ainda não contabilizada pela polícia. Somente com um adolescente, foram apreendidas três peças de prata. 
 
Todos os envolvidos foram levados à DIG de Itapetininga, onde prestaram depoimentos. Quatro deles foram encaminhados à cadeia de Capão Bonito; outros dois ao Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto; e os menores, à Fundação Casa de São Paulo. Eles responderão aos crimes de associação criminosa, roubo e tráfico de drogas. A polícia continua investigando mais envolvidos nos crimes.

Reproduzida do Site Diário de Sorocaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário