quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Ajudante geral de Piedade confessa que matou ex-colega de trabalho movido por vingança

A Polícia Civil prendeu na quarta-feira à tarde (18/02), o ajudante geral Claudeir Salustiano de 33 anos, morador da Vila Moraes, periferia de Piedade, acusado pela polícia, e réu confesso de ter matado Elizabete Angélica Ferreira de 26 anos.

O homicídio aconteceu na madrugada de 12 de fevereiro de 2015, no interior da casa dela, situada no Bairro Miguel Russo, área rural daquele município. De acordo com a confissão do assassino, ele e sua esposa trabalhavam num barracão que beneficia verduras, em Piedade, o encarregado pelo serviço operacional era namorado de Elizabete, por esse motivo Elizabete cobrava empenho do casal no serviço e à cobrança gerou desentendimentos. Durante às discussões, Claudeir teria proferido ameaça de morte contra Elizabete. Por causa dos desentendimentos o casal saiu do serviço.

No início da madrugada de 12 de fevereiro, Claudeir invadiu o quintal da casa de Elizabete e quando ela foi ao sanitário, ele entrou na casa, quando ela retornou na casa ele disparou dois tiros de espingarda calibre 22. Os disparos atingiram o rosto e a cabeça da mulher, que morreu no local.

Claudeir foi para sua casa, comentou com alguém da família dele que havia cometido o homicídio e depois fugiu para Juquiá, onde permaneceu por três dias. Ele retornou para Piedade, ao saber que era procurado pela polícia, Claudeir apresentou-se na Delegacia da cidade acompanhado de advogado e narrou detalhes do crime. Ele está preso no CDP de Sorocaba. O resultado parcial da investigação e após a confissão do acusado a polícia deverá solicitar conversão da prisão temporária por prisão preventiva.


Fonte: Blog Bom Dia Piedade.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário