segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Poucos escrivães e uma investigadora a Polícia Civil de Salto de Pirapora apresenta mais resultado de atuação e mais casos esclarecidos

Levantamento a respeito da atuação da Polícia Civil de Salto de Pirapora apresenta aumento de 21% no número de pessoas presas desde janeiro de 2014 até o final de novembro de 2014: mandados judiciais cumpridos por policiais civis, flagrantes pela Polícia Militar e pessoas detidas pela Guarda Civil.

A porcentagem é identificada confrontando número de pessoas presas em 2012, que registrou 163 pessoas detidas; em 2013 foram 166 detidos e até o final de novembro de 2014 houve registro de 200 pessoas detidas.

Os números são motivo para comemorar, mas o resultado de atuação poderia ser maior se houvesse mais funcionários naquela Delegacia, que vive realidade semelhante a tantas outras da região que operam com número insuficiente de policiais.

Conheça a estrutura administrativa definida pela Secretaria da Segurança

Portaria da Secretaria da Segurança Pública publicada no Diário Oficial de São Paulo, em 16 de julho de 2013, define estrutura administrativa da Delegacia daquele município estabelecendo: um delegado de 2ª classe, um delegado de 3ª classe, dois agentes policiais, três carcereiros, cinco escrivães e sete investigadores.

Atualmente existe um delegado, um agente policial, um carcereiro, dois escrivães e apenas uma investigadora (licenciada). Em 2013 foram instaurados 873 inquéritos, desse total 214 casos foram elucidados; em 2014 foram 952 inquéritos, sendo esclarecidos 280 casos, apontando mais produtividade em 30,9% comparando com o ano 2013.


Não dá para viver sem notícia.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário