PIZZARIA BORTOLOTTO

PIZZARIA BORTOLOTTO
http://www.pizzariabortolotto.com.br/

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Homem é preso por furtar hidrômetro no Jardim América, em Salto de Pirapora

Pedro de Barros

    Policiais militares flagraram um indivíduo que estava com um hidrômetro usado, de acordo com os policiais o aparelho fora retirado da ligação de água de uma residência situada na Rua Reverendo Paulo Macalão, no Jardim América, periferia de Salto de Pirapora

    O delegado Gilberto Montenegro  ratificou o flagrante e prendeu Pedro de Barros Júnior, 34 anos, que reside na Rua Estefânia Dias de Oliveira, Jardim Bandeira, na mesma cidade. Ao final do flagrante artigo 155 do Código Penal com agravante de ter sido cometido durante repouso noturno, a polícia Civil encaminhou Pedro de Barros para uma unidade prisional na região de Sorocaba. O hidrômetro será periciado pelo Instituto de Criminalística em Sorocaba.

   Na semana passada a Polícia de Salto de Pirapora registrou aproximadamente trinta casos de furto de hidrômetro, nos bairros: São Manoel, Jardim América, Jardim Bandeira e Jardim Cachoeira. A polícia acredita que os hidrômetros furtados são vendidos nos comércios de reciclagem. O crime teria ocorrido domingo à noite,01/05, os policiais capturaram o indivíduo logo após o delito.


    A polícia prende; a notícia é comigo.

Guardas civis de Sorocaba apreendem 180 porções de entorpecentes e detém rapaz do tráfico

    Indivíduo estava numa praça da Vila Formosa, em Sorocaba, ao ser visto por guardas civis, o indivíduo saiu do local e tentou evitar que fosse abordado.

    Os guardas Da Guia, Erick, França e Willian saíram no encalço do indivíduo e conseguiram alcança-lo. Durante abordagem e averiguando uma mochila que ele carregava, os guardas encontraram 42 porções de cocaína, a quantia de R$ 114,00 e 146 porções de maconha.

    Os guardas apreenderam a materialidade delitiva e detiveram o indivíduo Lucas da Silva, 20 anos, e apresentaram o caso na Delegacia. Lucas está preso por tráfico de entorpecentes artigo 33 da lei 11.343/06. O fato ocorreu no final da noite de domingo,01/05.


    Não dá para viver sem notícia

Brilhante atuação da PM impede ataque a banco em Cerquilho: apreensão de armas, munições, explosivos e um indivíduo detido

Rodrigo

    Aproximadamente quinze indivíduos em três veículos: um Corsa, um Astra e um Corolla de cor preto estavam pelo centro de Cerquilho em atitude suspeita, policiais militares agiram rápido, os suspeitos fugiram.

    As equipes da PM realizaram acompanhamento aos veículos, os indivíduos abandonaram o automóvel Corsa numa estrada vicinal de Cerquilho; a polícia apreendeu o veículo.

Outras viaturas acompanharam o automóvel Corolla que trafegou pela Rodovia Castello Branco, ao chegar no km 170 da citada rodovia, o condutor perdeu controle de direção e o veículo capotou; os indivíduos fugiram pela mata.

    Mas, a polícia obteve êxito em capturar o indivíduo Rodrigo de Souza Santos, no interior do Corolla a polícia localizou e apreendeu: uma espingarda calibre 12, uma pistola 380, toucas ninjas, munição de fuzil e explosivos utilizados para explodir caixa eletrônico de banco. 


O fato ocorreu na madrugada de segunda-feira,02/05, todo material apreendido e o indivíduo foram apresentados na Delegacia de Cerquilho.


    A polícia prende; a notícia é comigo.

São Paulo reduz em março 13% casos de homicídios e 16% os casos de roubos seguidos de morte

    No mês de março de 2016, o Estado de São Paulo obteve redução de 12,88% do número de vítimas de homicídios no Estado de São Paulo, com a diminuição de 365 vitimas em 2015, para 318, em 2016. Somente no mês de março, 47 vidas foram salvas em relação ao mesmo período do ano passado.
    No primeiro trimestre do ano, o Estado de São Paulo apresentou recorde histórico na diminuição de homicídios dolosos, e, pela primeira vez, desde 2001, o índice ficou abaixo de 1.000 vítimas na somatória dos meses de janeiro, fevereiro e março de 2016.
    Com a queda de 16,24%, em relação ao primeiro trimestre de 2015, foram 918 vítimas em 2016, contra 1.096 no ano passado. Dessa forma, 178 vidas foram poupadas nesse trimestre, em comparação com o mesmo período de 2015. 
Recorde estadual na taxa de vítimas/100 mil habitantes
    O índice de vítimas de homicídios dolosos chegou a 8,73 a cada 100 mil habitantes paulistas nos últimos 12 meses (de abril de 2015 a março de 2016). A taxa é a menor da série histórica. O ano de 2015 possui o menor número anterior, com 9,20 vítimas/100 mil.

 
    A quantidade de ocorrências de homicídios dolosos recuou 10,95% no mês de março. O total de ocorrências caiu de 347 para 309, com 38 a menos, na comparação com março de 2015. O número é o menor contabilizado em toda a série histórica, iniciada em 2001.

 
    Com a queda, a taxa de ocorrências de homicídios dolosos chegou a 8,30 ocorrências por grupo de 100 mil habitantes nos últimos 12 meses. É o menor índice para toda a série histórica.
    No primeiro trimestre do ano a queda foi de 15,14%. Com 159 casos a menos, o total passou de 1.050 para 891, na comparação com 2015. É a primeira vez que o período registra menos que 1 mil ocorrências.

 
       Latrocínios – queda de 15,63% de vítimas em março
    No mês de março, houve queda em 15,63% no número de vítimas de roubo seguido de morte no Estado de São Paulo, com a redução de 32 vítimas em 2015, para 27 em 2016.
O total é o segundo menor registrado na série histórica, atrás apenas de 2006 (26 casos).

 
    Na comparação do primeiro trimestre do ano, em todo o Estado, o número de vítimas de latrocínios diminuiu em 9,3%, ou seja, oito vidas foram poupadas, já que a quantidade passou de 86 para 78, na comparação de janeiro a março de 2016, com igual período do ano passado. O número total de vítimas é o menor desde 2011 e o quarto menor desde o início da série histórica, iniciada em 2001.
As ocorrências de latrocínios apresentaram queda de 18,75% em março. Com seis casos a menos, o terceiro mês do ano registrou 26 roubos seguidos de mortes, contra 32 em igual período do ano passado. A quantidade é a segunda menor da série, atrás de 2007 (17 casos).
    No trimestre a redução no número de casos foi de 10,59%, passando de 85 para 76 – nove a menos. Na quantidade de vítimas do indicador a queda foi de 9,3%, passando de 86 para 78 vítimas, ou seja, oito a menos no período. É o menor número desde 2010.

 
    Reproduzida da Secretaria da Segurança Pública 

domingo, 1 de maio de 2016

Condomínio é alvo de ladrões em Sorocaba

    Sete homens fortemente armados e encapuzados invadiram os moradores de um condomínio nos limites da cidade de Sorocaba, e os assaltaram na noite de sexta-feira, 29/04. 

    O condomínio residencial Villa Verona, situado na Avenida Paraná, 4.495, no Cajuru do Sul, foi atacado pela quadrilha por volta das 19 horas. Roubaram dinheiro e jóias. Houve troca de tiros com a PM, mas ninguém ficou ferido. Nenhuma pessoa foi presa ainda pelo crime.

    Dois vigias foram rendidos pouco antes da meia-noite de sexta-feira pela quadrilha, que não conseguiu impedir que alguns moradores acionassem a Polícia Militar. Oficiais da Força Tática foram ao condomínio e, então, houve a troca de tiros. 

    O bando fugiu a pé. Perto do condomínio, a PM achou um Fiat / Punto preto, com placas de São Paulo, que foi abandonado no local pelos criminosos. O carro foi furtado dias atrás em Sorocaba.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba

Justiça pretende incentivar adoção de penas alternativas

    O Ministério da Justiça e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançaram na quarta-feira,27/04, orientações a gestores públicos para a elaboração e acompanhamento de políticas públicas de incentivo à adoção de alternativas penais. 

Tudo está na publicação “Postulados, Princípios e Diretrizes para a Política de Alternativas Penais”, um resultado da parceria entre o MJ, CNJ e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

    O documento, que traça um panorama histórico sobre as alternativas penais no âmbito do sistema de justiça penal, propõe princípios para a aplicação das medidas, como a dignidade, liberdade e respeito à trajetória das pessoas que foram submetidas a essas medidas. 

    O texto traz ainda orientações para a elaboração de um modelo de gestão para alternativas penais, que está sendo desenvolvido pelo Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), e pelo Conselho Nacional de Justiça, com previsão de conclusão no segundo semestre deste ano.

    O modelo de gestão trará manuais de procedimentos para as ações de aplicação e acompanhamento de medidas alternativas à prisão, entre elas prestação de serviços à comunidade, medidas protetivas de urgência previstas na Lei Maria da Penha e medidas cautelares diversas da prisão provisória.

    Elaborado por um grupo de trabalho especialistas, gestores públicos e representantes do Poder Judiciário, o documento é o primeiro produto produzido pela parceria do Ministério da Justiça e o CNJ para a construção de uma política de enfrentamento à cultura do encarceramento em massa e para a construção de uma política penal alternativa.

     O resultado final dos trabalhos servirá para subsidiar as ações do Ministério da Justiça e do Conselho Nacional de Justiça na área de alternativas penais.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba

sábado, 30 de abril de 2016

Ação conjunta da PM e GM detém indivíduo ao encontra R$ 40 mil e drogas dentro do carro dele em Boituva

    

    Ação conjunta da Polícia Militar e Guarda Civil surpreendeu e deteve um homem, no Bairro Novo Mundo, em Boituva.

    Ao averiguar no interior de um Palio de cor prata, placa de Boituva DWI 5469, as equipes localizaram 16 gramas de crack, 81 gramas de cocaína e a quantia de R$ 41.980,00.

    Os policiais da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas apreenderam o dinheiro e as drogas e deteve o condutor do veículo, Alef dos Santos Alves Ferreira. 

    Na Delegacia de Boituva, o delegado Luís Rafael de Campos ratificou flagrante de tráfico de entorpecentes artigo 33 da lei 11.343/06. O crime ocorreu no final da tarde de sábado, 30/04.


    A polícia prende; a notícia é comigo.

Bando rende duas famílias e rouba caminhão em Piedade

    Um assalto num sítio localizado na zona rural de Piedade, há margem da rodovia Bunjiro Nakao, mostra que os criminosos agem sem nenhum temor da Polícia e da lei.

    Dois delinquentes rederam um casal que chegava no sítio de carro. Após as duas vítimas serem rendidas outros seis ladrões uniram-se aos outros dois formando um bando de oito criminosos, eles obrigaram o casal a entrar numa casa do caseiro, onde tinha uma família rendida; todos foram obrigados a permanecer ali.

    O bando recolheu e subtraiu diversos objetos da casa principal do sítio e também levou um caminhão de cor branca, placa de Jandira-SP DDF 6052. Depois que os criminosos saíram do local as duas famílias que estavam presas na casa do caseiro saíram do local e procuraram a Polícia Civil. O crime ocorreu quinta-feira à noite,28/04.


    Fonte: Bom Dia Piedade 

Estatística da SSP mostra que 200 veículos são roubados e furtados por mês em Sorocaba

    Desde janeiro, foram roubados e furtados 661 veículos em Sorocaba. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, e só não foram contabilizados os números de abril. As estatísticas da SSP são divulgadas mensalmente. 
 
    O último caso na cidade ocorreu na noite de quinta-feira, quando dois menores de idade foram flagrados com um carro roubado. Os dois infratores, de 17 anos, estavam dirigindo um Nissan no Jardim Nogueira, e se depararam com uma viatura da Polícia Militar. Eles abandonaram o carro em uma rua do bairro e tentaram fugir a pé, sem sucesso. Foram detidos e indiciados.
 
    Em janeiro foram roubados 54 veículos; em fevereiro diminuiu para 39; e no mês passado aumentou para 55. Os casos de furto em janeiro ficaram em 142; em fevereiro, 140 furtos; e em março, o número explodiu para 231. 
 
    A polícia denomina roubo quando há ações de ladrões que ameaçam as vítimas, seja com armas de fogo, facas ou mesmo ameaça de agressão física. Furto é quando o ladrão leva embora o veículo sem a presença da vítima.
 
    Os números estão abaixo do registrado no ano passado. Em janeiro de 2014, foram 117 casos de roubo de veículos em Sorocaba; 92 em fevereiro e 102 em março. Os casos de furto ficaram com 183 registros em janeiro; 235 em fevereiro; e março, 288 furtos

    Reproduzida do Diário de Sorocaba

Blitz na Av Afonso Vergueiro, em Sorocaba


Dezessete motocicletas foram paradas durante blitz realizada na manhã de quinta-feira, 28/04, na Avenida Dr. Afonso Vergueiro pela Urbes – Trânsito e Transportes e pela Polícia Militar. 

Do total de veículos parados, quatro motocicletas foram guinchadas por documentação vencida. Também foram aplicadas multas por não uso da viseira e falta da carteira nacional de habilitação (CNH). 

A blitz fiscalizatória é uma das atividades do Programa Motociclista Seguro – todos conscientes, menos acidentes, desenvolvido pela Urbes desde julho de 2015, e acontece de forma perene na cidade. O Programa Motociclista Seguro engloba atividades educativas e fiscalizatórias para que os motociclistas conduzam suas motos de forma segura e de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

As ações são concentradas em blitz, visitas a bolsões de estacionamentos, orientações em escolas e universidades, além da principal atividade do Programa: a Escola do Motociclista Seguro que acontece aos sábados, das 14h30 às 17h30, com aulas gratuitas no bolsão de estacionamento do Parque das Águas. Os interessados podem inscrever-se no site da Urbes: www.urbes.com.br.

São parceiros do Programa Motociclista Seguro o Detran/SP - unidade Sorocaba, a Polícia Militar, o Conselho Municipal de Trânsito e Transportes (Comutran) e a Academia Brasileira de Trânsito (Abtrans).

Não dá para viver sem notícia

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Governo sugere diretrizes para alternativas penais

    O Ministério da Justiça e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançaram anteontem a publicação “Postulados, Princípios e Diretrizes para a Política de Alternativas Penais”. Resultado da parceria entre o MJ, CNJ e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o documento traz orientações a gestores públicos para a elaboração e acompanhamento de políticas públicas de incentivo à adoção de alternativas penais. 
 
    Além de traçar um panorama histórico sobre as alternativas penais no âmbito do sistema de justiça penal, a publicação propõe princípios para a aplicação das medidas, como a dignidade, liberdade e respeito à trajetória das pessoas que foram submetidas a essas medidas. 

    O texto traz ainda orientações para a elaboração de um modelo de gestão para alternativas penais, que está sendo desenvolvido pelo Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), e pelo Conselho Nacional de Justiça, com previsão de conclusão no segundo semestre deste ano.
 
    O modelo de gestão trará manuais de procedimentos para as ações de aplicação e acompanhamento de medidas alternativas à prisão, entre elas prestação de serviços à comunidade, medidas protetivas de urgência previstas na Lei Maria da Penha e medidas cautelares diversas da prisão provisória.
 
    "Nas últimas duas décadas, vivemos um período de expansão da aplicação de penas e medidas alternativas. Mas, ao mesmo tempo, houve uma explosão da população prisional no Brasil. Nesse sentido, nosso grande desafio é assegurar que a aplicação de medidas alternativas ao cárcere implique, efetivamente, em redução do número de pessoas presas no país”, ressalta o coordenador-geral de Alternativas Penais do Depen, Victor Martins Pimenta.
 
    Elaborado por um grupo de trabalho especialistas, gestores públicos e representantes do Poder Judiciário, o documento é o primeiro produto produzido pela parceria entre o Ministério da Justiça e o CNJ para a construção de uma política de enfrentamento à cultura do encarceramento em massa e para a construção de uma política penal alternativa. O resultado final dos trabalhos servirá para subsidiar as ações do Ministério da Justiça e do Conselho Nacional de Justiça na área de alternativas penais.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba

Polícia Civil de Piedade prende indivíduo acusado de estuprar a própria filha

    A juíza Francisca Cristina Muller de Abreu acolheu representação do Ministério Público que acusa um homem de obrigar a própria filha a assistir filmes pornográficos e estuprar a filha diversas vezes artigo 217-A.

    Além de enxergar indícios de autoria e dar início na instrução criminal, a magistrada ordenou a prisão preventiva do indivíduo Edson Rodrigues Pereira de 31 anos, a juíza ficou convencida da necessidade de custódia cautelar ao analisar a fundamentação apresentada pelo Ministério Público, discorrendo que a prisão do indivíduo garante à ordem pública, a conveniência da instrução criminal, porque em liberdade ele poderia intimidar a filha e a mãe da vítima a não prestarem depoimento em juízo, e para promover a aplicação da lei penal, evitando que ele fique em local desconhecido.

    O crime ocorreu em Piedade, o processo está em curso no Fórum de Piedade desde 2014, a juíza mandou prender o sujeito em 31 de março deste ano, policiais civis de Piedade prenderam Edson Rodrigues na quinta-feira, 28/04. Após o registro de captura do indivíduo, o delegado de Piedade, Oscar Garcia Machado Júnior encaminhou Edson Rodrigues para uma unidade prisional da região que abriga pessoas acusadas de crime sexual.


    O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

Mulher é presa por furtar água da Sabesp em Salto de Pirapora

    Ao término de vistoria em uma residência situada na Rua João Manoel Pereira, no Jardim América, na periferia de Salto de Pirapora, o funcionário da Sabesp detectou ausência do hidrômetro e ligação de água clandestina.

    Diante dessas circunstâncias, o funcionário acionou o telefone 190 da Polícia Militar e comunicou o fato. Policiais militares dirigiram-se ao citado endereço e lá detiveram a moradora (A.A.O.D. de 71 anos). O fornecimento de água estava suspenso por inadimplência. 

    Na delegacia da cidade, o delegado Gilberto Montenegro Costa Filho confirmou o flagrante de furto, e ao analisar o estado social da mulher septuagenária arbitrou fiança de R$ 300,00. Um familiar da mulher pagou a fiança, em seguida ele foi liberada para responder ao processo em liberdade. O fato aconteceu quinta-feira pela manhã, 28/04.


    Não dá para viver sem notícia

Caso de violência doméstica em Guareí faz a PM encontrar R$ 3.400 dentro da cueca do agressor e drogas na casa dele

    A Polícia Militar de Guareí atendia um caso de violência doméstica, quando revistou o homem acusado de agredir a amásia dele com um pedaço de madeira; os policiais encontraram dentro da cueca do homem a quantia de R$ 3.427 mil.

    Denúncias anônimas de que Diego Jerdel Soares Pereira vendia drogas em sua residência, levou a polícia a averiguar pelo interior da casa do casal, a polícia encontrou sobre o rack 48 cigarros de maconha; dentro de um chuveiro descartado no quintal da residência a polícia encontrou uma pedra de crack pesando 25 gramas.

    Apresentado o caso na Delegacia de Guareí, o delegado Rafael de Medeiros apreendeu o dinheiro e as drogas, e prendeu Diego Jerdel por violência doméstica lei Maria da Penha 11.340/06 e por tráfico de drogas artigo 33 da lei 11.343/06. Ele está preso em unidade prisional daquela região. O caso ocorreu quinta-feira pela manhã,28/04.


    A polícia prende; a notícia é comigo. 

Denúncia resulta em detenção de um homem por tráfico de droga em Tatuí

    Avisada por denúncia anônima, uma equipe da Polícia Militar foi averiguar suposta situação de tráfico de droga na Vila esperança, em Tatuí.

    Policiais militares abordaram o condutor de um automóvel Fox de cor cinza, placa de Tatuí DVA 0151, durante revista pessoal a polícia localizou dentro da carteira do averiguado 09 porções de cocaína e a quantia de R$ 493,00. A equipe foi até a residência do averiguado e lá encontrou mais R$ 9.200 mil, totalizando R$ 9.693 mil; o rapaz não soube informar a origem do dinheiro. 

   A polícia apreendeu a droga, o dinheiro e deteve Edmilson Rogério Balduíno. O delegado Hélio Momberg de Camargo confirmou o flagrante de tráfico de droga artigo 33 da lei 11.343/06. O caso ocorreu na quinta-feira à noite,28/04. Após o flagrante o delegado encaminhou Edmilson para uma unidade prisional da região.


    O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Mercadorias apreendidas no centro de Sorocaba

    Entre a manhã da terça,26/04, e quarta-feira,27/04, a Guarda Civil Municipal, a Polícia Civil e Polícia Militar, a Fiscalização e Vigilância Sanitária desenvolveram a “Operação Integrada e Centro Seguro”, cujo objetivo é coibir a venda irregular de produtos e alimentos vendidos nos semáforos e na região central de Sorocaba, cuja procedência é desconhecida. 
 
    De acordo com a GCM, ontem foram feitas vistorias no Mercado Municipal e nas ruas adjacentes e apreendidos 85 maços de cigarro, 74 panos de copa e três carrinhos de frutas, com a autuação de dois ambulantes pelo comércio ilegal de mercadorias. As ações seguem durante toda a semana na região central e todas as apreensões e notificações estão embasadas em Legislação Municipal que visa garantir a integridade, bem-estar e saúde da população. 
 
    Na terça-feira a “Operação Integrada” percorreu diversos pontos da cidade, flagrando a venda irregular de mercadorias. Foram apreendidas várias delas, entre as quais duas caixas de isopor com água, ambas sem nota fiscal e comprovação de origem. O produto era vendido na Avenida Dom Aguirre e nas proximidades da Estação Rodoviária. Os vendedores foram notificados pela fiscalização e a mercadoria, apreendida. 
 
    Já a “Operação Centro Seguro”, em conjunto com as polícias Civil e Militar, para combater o comércio de celulares, cigarros e afins comercializados sem nota fiscal, agiu no Mercado Municipal. Também foram aprendidos 79 bermudas e um carrinho de frutas. Os vendedores foram notificados acerca da irregularidade.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba
 

Dois irmãos de Salto de Pirapora são acusados de matar Tiago Castanho, próximo da Prefeitura daquela cidade

    A Polícia Civil de Salto de Pirapora aponta dois irmãos como responsáveis pela morte violenta do jovem Tiago Castanho da Silva de 21 anos, morto com tiro no tórax, na tarde de 10 de abril de 2016, próximo da Prefeitura de Salto de Pirapora.

    Na quinta-feira pela manhã,28/04, a Polícia Civil, Guarda Civil e a Polícia Militar foram na residência dos dois irmãos e cumpriram mandado de prisão temporária por 30 dias; Mauri Soares da Silva de 29 anos e Roque Soares da Silva de 35 anos, foram localizados e presos na residência deles, no Bairro Terras de São João, em Salto de Pirapora. A arma do crime não foi localizada.


    O advogado Caio César da silva Simões, que defende os dois irmãos falou ao Blog Toni Silva Sorocaba e negou autoria: “Não há lastro probatório que comprove a autoria dos fatos atribuída aos dois irmãos, haja vista que existe somente um depoimento anônimo da suposta procura de Mauri pela vítima; quanto ao Roque não há menção nos autos citando a participação dele”; disse o advogado. Mauri e Roque que comercializam e barganham animais negam a autoria do crime. 

    Por que a Polícia aponta os dois irmãos? 

    A Polícia Civil pediu a prisão dos dois irmãos, depois que ouviu depoimento de uma testemunha protegida pelo provimento 32/200 da Corregedoria Geral de Justiça, relatando que no dia do crime, Mauri fora na residência do jovem Tiago e o chamou, Tiago não quis sair da casa e pediu para seu familiar dizer-lhe que ele não estava na casa.

    Mauri teria dito em tom ameaçador que conversaria com Tiago na rua. Tiago permaneceu demonstrando sentir medo e não saiu logo da casa, mais tarde, o jovem Tiago saiu da residência e não retornou, sendo encontrado morto na tarde do mesmo dia.  Tiago tinha diversas passagens pela Polícia, em Salto de Pirapora. De acordo com afirmativa da testemunha, o jovem Tiago era conhecido do Mauri. Para a Polícia, a motivação do homicídio seria porque Tiago era apontado por populares de ter cometido furtos em diversos bairros daquela cidade.


    Aqui a notícia chega chegando  

Feminicídio tentado em Alambari


    Desentendimento envolvendo um casal resultou em crime. Durante o calor do desentendimento, Fábio Aparecido dos Santos de 36 anos disparou com uma espingarda de pressão atingindo o pescoço da esposa, Simone Aparecida Camacho de Oliveira, 30 anos.

    Ela acionou o telefone 190 da Polícia Militar e queixou-se da violência. Policiais foram na casa do casal, situada na Rua Porangaba, no Bairro Tatetu, em Alambari e ao conversar com a mulher em frente da residência, a equipe policial soube que o homem estava no interior da residência. A polícia entrou na casa, apreendeu a espingarda e 13 munições e o prendeu.

    Fábio Aparecido assumiu a autoria do crime, após ser algemado e conduzido à viatura ele disse que tentou matá-la e da próxima vez o tiro será na face da esposa. Na Delegacia da cidade, a autoridade policial o prendeu por feminicídio tentado lei 13.104/2015. O crime ocorreu na quarta-feira pela manhã,27/04.


    O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato 

Delinquente reage incursão policial e durante troca de tiros é morto em Votorantim

    Rafael Rodrigues Lopes Júnior, apelidado por "Minhoca", foi morto a tiros quarta-feira,27/04, em confronto com a Polícia Militar, em Votorantim. 

    Ele era conhecido no meio policial como um criminoso que participava de quadrilhas que ataca caixas eletrônicos. No carro que Rafael dirigia, a Polícia apreendeu grande quantidade de explosivos, armamentos e equipamentos que o crime organizado usa para cometer roubos e furtos.

    De acordo com informações da Polícia, a abordagem ocorreu na Rua Venízia dos Santos Albertoni, no Bairro Ana Cláudia, por volta das 21h30. A polícia já tinha a informação de que Minhoca estaria pelo lugar e estava fazendo um acompanhamento do carro que o ladrão dirigia - um VW / Gol cinza, placa de Itu. 

    Na hora da ordem de parada, feita por policiais militares da 1ª Cia. do 40º Batalhão, o homem sacou um revólver e começou a disparar contra eles. No tiroteio, Lopes foi atingido e morto. Os policiais saíram ilesos.

    Dentro do carro, os policiais acharam uma mochila contendo quatro explosivos, sem os cordões [apenas as chamadas emulsões: o material explosivo em si]; um revólver de calibre 38; 25 munições de calibre 556 e 10 munições de calibre 762; uma touca ninja e um canivete. No porta-mala havia uma espingarda de calibre 12, com quatro munições. Lopes portava um revólver Táurus de calibre 380.

    Uma ambulância do Samu 192 chegou a ser acionada para socorrer a vítima, mas o ladrão não resistiu. Ele tinha diversas passagens criminais, como tráfico de drogas e receptação. Equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais foram acionadas e retiraram os explosivos do veículo. A perícia também compareceu ao local.

     Reproduzida do Diário de Sorocaba

Urbes supera autuações de trânsito no primeiro trimestre

   
    Nos três primeiros meses de 2016, a Urbes – Trânsito e Trasportes aplicou 45.889 multas a motoristas infratores na cidade, ante 30.694 no mesmo período em 2015. Para explicar o crescimento no número de sanções, a Urbes destaca que a diferença está relacionada com a licitação feita para a operação dos equipamentos, principalmente radares, lançada neste ano. A empresa ganhadora começou a operar a partir de 19 de fevereiro.
 
    Entre os principais motivos apontados pela Urbes para o crescimento nessa aplicação de multas em relação ao ano passado, estão transitar em velocidade superior à máxima permitida, dirigir veículos utilizando celular, estacionar em local ou horário proibido, deixar o condutor de usar o cinto de segurança e avançar no sinal vermelho do semáforo. 

    Outra modalidade de infração que tem contribuído para esse crescimento no número de multas na cidade refere-se à prática de motoristas que insistem em parar indevidamente nas chamadas `vagas especiais´, destinadas a deficientes e pessoas com mais de 60 anos de idade, mesmo com o seu valor tendo praticamente dobrado este ano.
 
    Os valores e pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) gerados pelas multas aplicadas atualmente são estes: para infração leve, 3 pontos na CNH mais R$ 53,21 de multa; infrações consideradas médias, 4 pontos na Carteira e multa de R$ 85,13; e naquelas consideradas graves ou gravíssimas, 5 pontos mais multa de R$ 127,69 e 7 pontos na CNH e multa de R$191,54 respectivamente.

    Reproduzida do Diário de Sorocaba